Clique e assine com 88% de desconto

Gol amplia rede de lojas para atender público mais velho

Empresa vai vender passagens aéreas por preços promocionais nas lojas físicas no período de 1 a 31 de maio

Por Da Redação - 20 abr 2018, 12h47

A Gol Linhas Aéreas vai reforçar a estratégia de venda de passagem aérea em lojas físicas. Para isso, a empresa vai abrir cinco novos pontos de venda até o fim de maio – todos em forma de quiosques localizados dentro de shopping centers. Com isso, serão 13 lojas em operação no país.

Quando a Gol entrou no mercado em 2001, fez um investimento inicial na abertura de pontos físicos. Naquela época, esse tipo de operação fazia sentido, já que o uso da internet não estava tão disseminado. Com o avanço da tecnologia, a companhia reduziu os investimentos nesse modelo de negócio. “Era uma forma de atender o cliente com dificuldade aos meios digitais de venda sem obrigá-lo a ir até o aeroporto para comprar uma passagem”, diz Rogério Guerra, diretor comercial da Gol.

Segundo ele, a empresa sempre teve um perfil digital. “Mesmo quando o smartphone não era tão popular, fomos pioneiros na venda de passagem pela internet.”

Por que voltar a abrir lojas físicas agora? Guerra diz que o objetivo é atender o consumidor que preza o contato olho no olho. “Percebemos que muita gente gosta do diálogo, de se sentar e conversar, tirar dúvidas, saber o que é melhor para ela”, diz Guerra.

Publicidade

Dentro deste perfil estão os consumidores mais velhos, segundo ele, que não se sentem tão à vontade para comprar passagens pela internet. “A loja física é importante não só para o público C e D, mas também para os de classe A e B, principalmente os mais velhos”, afirma o executivo.

Uma das características da loja física é oferecer descontos que não estão disponíveis nos canais digitais de venda. Para comemorar o reforço da estratégia da operação direta, a Gol realiza de 1º a 31 de maio uma promoção nos pontos de venda. Neste período, o cliente que comprar bilhetes de ida e volta para destinos nacionais pagará 165 reais pelo trecho de volta, já com

Publicidade