Clique e assine a partir de 8,90/mês

GM pagará multa de US$ 900 milhões por falhas em veículos

Defeito na ignição pode ter causado a morte de 124 pessoas em acidentes de trânsito; montadora acertou com a Justiça americana pagar o valor para encerrar o caso

Por Da Redação - 17 set 2015, 13h46

A montadora americana General Motors (GM) pagará uma multa de 900 milhões de dólares por um defeito no sistema de ignição dos seus veículos que pode estar relacionado com a morte de 124 pessoas em acidentes de trânsito. A punição faz parte de um acordo selado entre a GM e o Departamento de Justiça americano para encerrar o caso, segundo reportagem do jornal New York Times.

Conforme o acordo, a Justiça americana não acusará ninguém da GM individualmente, mas obrigou a montadora a reconhecer que escondeu a falha dos órgãos reguladores e ludibriou os consumidores ao não comunicar que o defeito poderia colocá-los em risco.

Apesar da decisão abalar a reputação da empresa, o valor da multa veio menor do que o pedido pelos promotores, em torno 1,2 bilhões de dólares. Aliás, esse foi o valor pago pela japonesa Toyota no ano passado por problemas de aceleração repentina em alguns modelos de seus veículos.

O problema de ignição nos carros da GM podia fazer com o que o motor desligasse subitamente, bloqueando a direção assistida e o acionamento dos airbags. A revelação do defeito ocorreu em fevereiro do ano passado, quando a GM convocou (recall) 2,6 milhões de veículos para fazer reparos nos carros. A montadora, inclusive, criou um fundo para indenizar as famílias dos mortos em acidentes ligados às falhas no sistema de ignição.

Leia também:

GM começa a indenizar vítimas de acidentes causados por defeitos em carros

Continua após a publicidade

Lucro da GM tem forte alta no 2º tri e alcança US$ 1,1 bi

GM registra 117 mortes por defeito em ignição

GM detecta novos erros em peças para sistemas de ignição

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade