Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

GM dá folga para 3.000 trabalhadores de São José dos Campos

Com a folga, trabalhadores terão que permanecer em casa. Montadora quer negociar layoff com sindicato

Por Da redação 3 Maio 2017, 12h52

A General Motors (GM) anunciou na terça-feira que dará folga para cerca de 3.000 trabalhadores da montadora em São José dos Campos, no interior de São Paulo. É a segunda vez que a empresa adota o dayoff (dia de folga) em menos de um mês.

Desta vez, serão três dias de folga para os funcionários. A medida não afeta nenhum direito trabalhista ou salarial, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da região.

Desde abril, a GM tenta negociar com o sindicato a implantação do layoff – a suspensão dos contratos de trabalho. Até agora não houve acordo, mas uma nova reunião irá discutir o tema em 9 de maio.

Há duas semanas, a empresa anunciou dayoff para uma parte da equipe de funcionários. Eles foram divididos em duas turmas: A primeira, que voltou para a fábrica no dia 3 de maio, ficará em casa novamente por conta do dayoff entre os dias 9 e 12 de maio. Uma segunda turma, que voltará da ‘folga’ amanhã, terá que ficar em casa durante os dias 10 até o dia 13 de maio.

Na unidade de São José dos Campos são fabricados os carros do modelo Chevrolet S10 e o Chevrolet Trailblazer.

Continua após a publicidade

A General Motors informou que não irá se pronunciar sobre o assunto.

São Caetano

Na fábrica da GM em São Caetano, os trabalhadores atravessam situação similar. Há dois anos, a montadora mantém 754 trabalhadores em layoff e sinalizou possibilidade de demitir estes funcionários.

“A empresa diz que, para o ritmo atual de produção de veículos, dois turnos de trabalhadores são suficientes. À época em que eles começaram a ser afastados, em novembro de 2014, tínhamos três turnos”, conta o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano, Francisco Nunes.

Os trabalhadores suspensos se queixam que a montadora não realiza rodízio entre os funcionários ativos e os que estão em casa. Ainda segundo o sindicato, em 2016, a GM demitiu cerca de 160 operários que estavam em layoff.

Na unidade de São Caetano, são fabricados os modelos Cobalt, Spin, Montana e Ônix Joy.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês