Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Geadas atingem áreas de laranja na Flórida; dano é incerto

MIAMI, 4 Jan (Reuters) – Temperaturas abaixo do ponto de congelamento atingiram partes do cinturão de produção de cítricos da Flórida na noite de terça-feira, provocando alguns danos às árvores, mas aparentemente nada generalizado ou significativo, afirmaram produtores.

“Eu imagino que teremos algum impacto às frutas. Mas não sei em que percentual”, afirmou Ray Royce, diretor-executivo da Highlands County Citrus Growers Association, na região central do Estado norte-americano.

Ele afirmou que produtores na região, que inclui o segundo maior distrito produtor de laranja da Flórida, ainda estavam avaliando os prejuízos. Mas, segundo Royce, alguns reportaram terem visto frutas atingidas por gelo de forma severa.

“Parece que não ocorreu algo realmente importante, algo catastrófico. Provavelmente foi algo em áreas isoladas, lugares tradicionalmente mais frios”, afirmou Royce.

A Florida Citrus Mutual, maior entidade que representa produtores no Estado, não retornou pedidos de comentários da Reuters, mas mensagens colocadas pela organização no Twitter citaram o problema.

“Alguns danos em áreas mais baixas. Cerca de 20 graus F (-6 graus Celsius) em algumas áreas, mas duração não foi longa o suficiente para ser significativo”, informou uma das mensagens.

James Cordier, presidente da Liberty Trading Group, em Tampa, disse que o mercado, diante de uma oferta apertada, não pode se dar ao luxo de perder produção neste momento.

“No ano passado e um ano antes, tivemos baixas temperaturas no final de janeiro e início de fevereiro, então se escapamos com pequenos danos ou sem danos da noite passada, eu acho que isso é certamente um alerta para acordarmos”, disse ele à Reuters.

A produção da Flórida é importante para o abastecimento do mercado norte-americano. Em termos de mercado externo, o Brasil possui uma ampla participação nas vendas totais, com aproximadamente 80 por cento das vendas.