Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gasto de brasileiros no exterior volta a subir em agosto

Brasileiros gastaram 1,92 bilhão de dólares em viagens internacionais – alta de 1,7% em relação ao mesmo período de 2011 e recorde para meses de agosto

Mesmo com o dólar no patamar de 2 reais, os gastos dos brasileiros com viagens ao exterior voltaram a crescer em agosto, fechando o mês em 1,92 bilhão de dólares – valor recorde para o período. Segundo dados do Banco Central, o número mostra crescimento de 1,9% em relação ao mesmo período de 2011, mas uma leve queda em relação ao resultado de julho, que ficou em 2,01 bilhões de dólares. No acumulado dos oito primeiros meses do ano, os brasileiros gastaram 14,63 bilhões de dólares no exterior, alta de 1,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Após dois meses consecutivos em que os gastos mostram algum recuo em relação a 2011, os brasileiros voltaram a acelerar seus gastos em agosto, mesmo com o dólar em trajetória de alta desde o segundo semestre do ano passado. No primeiro semestre do ano, brasileiros registraram recorde de gastos no exterior – com 10,7 bilhões de dólares.

Já os turistas estrangeiros deixaram 542 milhões de dólares no país em agosto. No acumulado do ano, as receitas somaram 4,55 bilhões de dólares.

IED – O BC também informou nesta terça-feira que os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) somaram 5,034 bilhões de dólares em agosto.O valor ficou acima do esperado, conforme mediana de 4 bilhões de dólares. No acumulado do ano, os investimentos são de 43,175 bilhões de dólares, pouco abaixo do verificado em igual período do ano passado (44,080 bilhões de dólares).

Na comparação com o Produto Interno Bruto (PIB), o IED acumulado do ano subiu de 2,69%, em 2011, para 2,85% em 2012. O IED acumulado em 12 meses chegou a 65,755 bilhões de dólares (2,80% do PIB).

O BC informou ainda que o investimento estrangeiro em títulos de renda fixa brasileiros somou 915 milhões de dólares em agosto e chega a 7,193 bilhões de dólares no acumulado do ano. O resultado de 2011, no mesmo período ficou em 11,315 bilhões de dólares.

Déficit – O déficit em transações correntes no país somou 2,568 bilhões de dólares em agosto. O valor apurado no mês passado é inferior ao observado em igual mês de 2011, quando as transações correntes registraram saldo negativo de 4,849 bilhões de dólares.

De acordo com o BC, as maiores contribuições para o déficit de agosto deste ano foram a conta de rendas, que ficou negativa em 3,063 bilhões de dólares e a de serviços, também negativa em 3,011 bilhões de dólares. Essas saídas de recursos foram parcialmente compensadas pelo superávit comercial de 3,226 bilhões de dólares e pelas transferências unilaterais positivas em 280 milhões de dólares.