Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gasto de brasileiros em viagens ao exterior recua 16,5% em 2016

O montante foi de 14,49 bilhões de dólares, enquanto o gasto de estrangeiros no Brasil no ano em que o país sediou a Olimpíada avançou 3,07% no período

O gasto de brasileiros em viagens ao exterior recuou 16,5% em 2016 em relação ao ano passado, segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC) nesta terça-feira. O montante passou de 17,35 bilhões de dólares para 14,49 bilhões de dólares. Já o gasto de estrangeiros no Brasil no ano em que o país sediou a Olimpíada avançou 3,07% no período, indo de 5,84 bilhões de dólares para 6,02 bilhões de dólares.

Para a presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), Magda Nassar, o resultado é fraco pois deve ser levado em conta o que foi gasto para atrair os turistas para os jogos do Rio de Janeiro, o que não é contabilizado nesse cálculo do BC. E o resultado desse investimento só apareceria a partir deste ano. “Se a gente tiver um aumento de receitas com estrangeiros em 2017, aí sim vai mostrar o aumento de visibilidade que a Olimpíada deu ao Brasil”, avalia.

O saldo de transações financeiras com viagens no ano foi de um déficit de 8,47 bilhões de dólares, queda de 26,40% ante o registrado no ano passado (11,51 bilhões de dólares).

Investimento estrangeiro

Também nesta terça-feira, o Banco Central divulgou que o investimento direto no país bateu recorde mensal em dezembro, com a entrada de 15,40 bilhões de dólares. O total registrado em 2016 foi  de 78,93 bilhões de dólares , alta de 5,98% em relação ao ano anterior (74,47 bilhões de dólares).

O déficit nas transações correntes foi de 23,50 bilhões de dólares no ano passado, o melhor resultado desde 2007.