Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ganho da Cielo com aluguel de terminais sobe 21%

Por Altamiro Silva Júnior

São Paulo – O preço do aluguel dos terminais da Cielo que fazem a leitura das transações com cartões de crédito e débito subiu no primeiro trimestre. Na média, o aluguel mensal fechou março em R$ 71, acima dos R$ 67 de igual período de 2011. Com isso, as receitas com aluguel dessas máquinas, chamadas de POS (Point of Sale) pelo setor de cartõescresceu 21%.

A Cielo destaca que parte do crescimento das receitas é explicada pelo maior número de terminais sem fio que fazem captura de transações com cartões. Normalmente esses aparelhos têm aluguel mais caro do que o terminal fixo. No total, o número de POS instalados em estabelecimentos comerciais aumentou 17,9%, para 1,524 milhão de equipamentos.

As receitas com aluguel respondem por 16% do faturamento total da empresa e somaram R$ 325 milhões. O maior porcentual vem das receitas das transações com cartões de crédito, que respondem por 43,8% do total. No primeiro trimestre, esse faturamento cresceu 25% e somou R$ 673 milhões. As receitas com cartões de débito cresceram ainda mais, com alta de 29%.

Despesas

Enquanto as receitas da Cielo cresceram dois dígitos, as despesas caíram. Os gastos operacionais registraram queda de 7% no primeiro trimestre ante igual período de 2011, ficando em R$ 130 milhões. As despesas com marketing e publicidade tiveram queda de 35%. Na direção oposta estão os gastos com pessoal, que subiram 15% devido ao aumento de salários e contratação de pessoas para a área comercial.