Clique e assine a partir de 8,90/mês

G20 defende união das potências econômicas para taxar gigantes digitais

A intenção é criar regras globais para taxar empresas como Google em todos os lugares que atuam

Por Da Redação - 22 fev 2020, 19h18

Entre os resultados da reunião do G20, apresentados neste sábado (20), as principais economias mundiais concluíram que precisam lidar com a “otimização tributária” agressiva de gigantes digitais globais como Google, Amazon e Facebook.

Assim, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) está desenvolvendo regras globais para fazer as empresas digitais pagarem impostos onde fazem negócios, e não onde registram subsidiárias, como no caso de gigantes como Google, Amazon e Facebook. Segundo a OCDE, isso pode aumentar as receitas fiscais nacionais em um total 100 bilhões por ano.

O apelo à unidade pareceu dirigido principalmente aos Estados Unidos, lar das maiores empresas de tecnologia, na tentativa de antecipar qualquer tentativa de postergar mudanças nas regras até depois da eleição presidencial dos EUA, em novembro.

“Não há tempo para esperar as eleições”, disse o ministro das Finanças da Alemanha, Olaf Scholz, em um seminário sobre impostos durante uma reunião de ministros das finanças e banqueiros centrais do G20.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade