Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Futuro presidente do BCE pede ‘profunda’ revisão do Tratado de Lisboa

Por Eric Piermont 5 set 2011, 12h32

O governador do Banco da Itália e futuro presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, pediu nesta segunda-feira que seja realizada uma “profunda” revisão do Tratado de Lisboa, já que considera insuficientes as medidas a curto prazo adotadas para combater a crise da dívida na Eurozona.

Draghi, que considera que a última fase da crise se deve à “reconstrução europeia inacabada”, ressaltou no Instituto Montaigne de Paris que, embora “os mercados tenham amplificado” o problema, “não são a origem”.

Para o futuro presidente do BCE, uma revisão do Tratado deve melhorar a “disciplina fiscal” dos Estados membros e incidir nas reformas estruturais e de governança.

“A resposta a curto prazo” para a crise passa pela “implementação dos acordos de 21 de julho” sobre a ajuda à Grécia e por uma “dotação suficiente”, disse.

Para Draghi, a emissão de títulos europeus para mutualizar a dívida dos Estados da Eurozona ou as reformas do sistema financeiro seriam insuficientes.

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, também pediu na sexta-feira uma revisão do Tratado da União Europeia para dar maior margem de manobra a Bruxelas na questão econômica, em uma entrevista ao jornal alemão Bild.

Vários anos de negociação e vários referendos foram necessários para chegar ao atual tratado de Lisboa, que entrou em vigor em 2009.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)