Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Fundos batem recorde ao captar R$ 7,9 bi em agosto

Por Da Redação 8 set 2011, 11h48

Por Aline Bronzati

São Paulo – A alta volatilidade global não intimidou a indústria de fundos brasileira, que teve captação recorde de R$ 7,9 bilhões em agosto, recorde para o mês desde o início da série, em 2002. Os dados constam do Boletim de Fundos de Investimento da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

No acumulado de 2011 até o mês passado, o setor apresentou captação líquida positiva de R$ 67,9 bilhões, incremento de 7,4% na comparação com o mesmo intervalo do ano passado. Respondendo por 76,7% da indústria de fundos em agosto, Renda Fixa e DI captaram R$ 3 bilhões cada em agosto. Segundo a Anbima, a categoria Renda Fixa também foi referência em captação líquida no ano, com R$ 54,6 bilhões em ingressos líquidos.

Em agosto, os fundos multimercados apresentaram captação líquida negativa de pouco mais de R$ 1 bilhão, prejudicados por uma forte onda de saques ocorrida ao longo do mês devido ao momento de incertezas dos mercados acionários. Nos oito primeiros meses deste ano, a categoria acumula resgates de mais de R$ 32 bilhões. Boa parte deste valor equivale ao movimento de migração de recursos entre os tipos Multimercados Macro e Renda Fixa de R$ 28 bilhões, realizada em fevereiro de 2011. No entanto, os R$ 26,8 bilhões restantes de captação deste segmento responderam por uma fatia de 40% da captação líquida total da indústria de janeiro a agosto deste ano.

A categoria Curto Prazo apresentou a maior variação de patrimônio líquido (30%) observada até o momento, mesmo com uma perda de R$ 1,2 bilhão em agosto, com concentração em fundos do Poder Público. Enquanto isso, o Renda Fixa Índice, criado em dezembro de 2010, apresentou a maior rentabilidade da indústria (4,03%) no período de referência.

Depois de uma queda de 3,69% do Ibovespa, os multimercados conquistaram retorno positivo em agosto, com destaque para o tipo Macro, com expansão de 2,14%. De janeiro a agosto de 2011, o fundo Renda Fixa Índices também lidera o ranking de retorno, seguido pelo Multimercados Juros e Moedas, com elevações de 9,45% e 8,77%, nesta ordem.

Continua após a publicidade
Publicidade