Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

França pode superar crise com reformas, diz Sarkozy

Por Da Redação 15 jan 2012, 09h37

AMBOISE, França, 15 Jan (Reuters) – O presidente francês Nicolas Sarkozy disse neste domingo que a França poderia superar sua crise da dívida se estivesse preparada para se unir e adotar reformas econômicas, dois dias depois de o país perder sua nota de risco de crédito “AAA”.

Sarkozy disse que iria anunciar reformas no final do mês e que pretende implantá-las rapidamente, depois de conversar com líderes sindicais e empregados na próxima semana.

“Eu direi a eles (o povo francês) as decisões importantes que precisamos adotar sem perder tempo”, disse em um discurso para celebrar os 100 anos de nascimento de Michel Debré, pai da constituição da Quinta República francesa.

“A crise pode ser superada desde que tenhamos o desejo coletivo e a força para reformar nosso país”.

A três meses da eleição presidencial, Sarkozy voltou sua atenção para o crescimento do país, prometendo rever o financiamento do sistema de bem-estar social, encargos trabalhistas de empresas e a flexibilidade no emprego, com planos para um chamado “TVA social” para financiar o sistema de bem-estar e um imposto sobre as transações financeiras.

O presidente deve se encontrar com líderes sindicais e trabalhadores na quarta-feira.

Sarkozy não comentou diretamente a decisão da Standard & Poor’s de reduzir a nota de crédito premiada da França, apesar de críticas no final de semana de políticos socialistas, da oposição, que disseram que foram suas políticas que tiveram a nota rebaixada, não a França.

(Reportagem de Yann Le Guernigou)

Continua após a publicidade
Publicidade