Clique e assine a partir de 9,90/mês

França emite pela primeira vez dívida a taxas negativas

Feito inédito mostra que investidores estão apostando em economias mais saudáveis para investir seu dinheiro

Por Da Redação - 9 jul 2012, 11h13

A França emitiu nesta segunda-feira cerca de 6 bilhões de euros a curto prazo a taxas negativas. O feito é inédito e mostra como os investidores estão apostando em países considerados “mais saudáveis”, em detrimento dos mais problemáticos, como Espanha e Itália.

Os investidores aceitaram pagar para poder emprestar dinheiro à França, e não o contrário, como geralmente acontece, o que indica uma manobra de proteção diante da turbulenta conjuntura econômica europeia. A França entrou assim para o exclusivo clube de países europeus que se beneficiam de taxas negativas, junto com Alemanha, Holanda e Dinamarca.

A Alemanha também teve juro negativo em sua emissão desta segunda-feira. A emissão, de 3,29 bilhões de euros, aconteceu com um rendimento de -0,03%, conforme anunciado pelo organismo que administra a dívida pública alemã.

Nesta segunda-feira, os ministros de Finanças da União Europeia estão reunidos em Bruxelas para discutir a situação econômica dos países do bloco. Acredita-se que seja definida uma prorrogação do prazo para a Espanha alcançar sua meta de déficit público em 3% do Produto Interno Bruto (PIB).

Continua após a publicidade

(Com agência France-Presse)

Publicidade