Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Fox faz oferta de US$ 80 bi pela Time Warner, mas proposta é recusada

Segundo informações do jornal 'The New York Times', acordo poderia gerar corte de custos de mais de US$ 1 bi para a Time Warner

Por Da Redação 16 jul 2014, 13h06

A gigante da comunicação 21st Century Fox, controlada por Rupert Murdoch, fez uma oferta no valor de 80 bilhões de dólares pela Time Warner, segundo informações do jornal norte-americano The New York Times. A proposta, no entanto, foi recusada pelo conglomerado. “O conselho de diretores da Time Warner recusou a nossa proposta”, informou a 21st Century Fox, em comunicado divulgado nesta quarta-feira. “Atualmente não estamos em discussão com a Time Warner”, acrescentou.

De acordo com o The New York Times, a primeira conversa entre as empresas aconteceu no início de junho, com uma reunião privada entre o presidente da 21st Century Fox, Chase Carey, e o diretor-executivo da Time Warner, Jeff Bewkes. No início de julho, o conselho da Warner enviou uma carta rejeitando a proposta, afirmando que a companhia estaria melhor de forma independente.

A 21st Century Fox estimou que o acordo poderia gerar um corte de custos de mais de 1 bilhão de dólares para a Time Warner, com a demissão de funcionários das área de vendas e administrativo. No comunicado, porém, a empresa garantiu que planejava manter os melhores diretores e executivos, além de diversos canais e estúdios da Time Warner.

Leia também:

Gigantes do tabaco acertam operação de US$ 25 bilhões

Lindt compra fabricante de chocolates Russell Stover

BTG compra banco suíço por US$ 1,5 bi

Império – Juntas, 21st Century Fox e a Warner se tornariam um império colossal, com receita total de 65 bilhões de dólares. As companhias seriam proprietárias de redes e canais de televisão (Fox, Fox News, FX, TNT, TBS e HBO), estúdios de cinema (20th Century Fox, Warner Bros), além de outros veículos de sucesso. No segmento esportivo, canais da Fox ainda contariam com os direitos de transmissão de jogos de basquete e baseball da Time Warner, entre outros esportes. A Fox estaria disposta até a vender a CNN para evitar problemas com as agências antitruste.

Apesar da rejeição, Murdoch tem fama de ser um empresário insistente em negócios onde vê grandes chances de lucro. Uma aproximação entre as duas empresas poderia gerar mudanças na indústria da mídia, com o início de uma nova série de grandes fusões entre companhias de entretenimento dos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)