Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fox, de Rupert Murdoch, retira oferta pela Time Warner

Segundo o magnata, proposta para assumir o controle da dona da CNN fez com que as ações da Fox se desvalorizassem e não agradou aos acionistas

A gigante da comunicação 21st Century Fox, controlada pelo magnata australiano Rupert Murdoch, retirou a proposta feita há cerca de um mês para adquirir as ações da Time Warner, conglomerado que controla a HBO, a CNN e a Warner. A oferta apresentada em julho previa um acordo de 80 bilhões de dólares entre as duas empresas. A proposta não foi bem recebida pela Time Warner, que na época negou a operação. Apesar da negativa, o mercado aguardava uma nova oferta da parte de Murdoch, tendo em vista o histórico do empresário de não desistir facilmente de seus objetivos. A soma do faturamento das duas empresas é da ordem de 65 bilhões de dólares.

Em comunicado, Murdoch afirmou que sua investida foi amigável, mas que a Time Warner se negou a explorar as oportunidades oferecidas pela aquisição. “Além disso, a reação dos investidores à proposta foi de desvalorização das nossas ações, o que faz a transação pouco atrativa para nossos acionistas”, disse o magnata. Em seguida, justamente devido à desvalorização recente dos papéis da Fox, Murdoch anunciou a recompra de 6 bilhões de dólares em ações da empresa. Após o anúncio, as ações da Fox subiram 7,7% na Bolsa de Nova York, enquanto as da Time Warner caíram mais de 11%.

A proposta – De acordo com reportagem do The New York Times, a primeira conversa entre as empresas aconteceu no início de junho, com uma reunião privada entre o presidente da 21st Century Fox, Chase Carey, e o diretor-executivo da Time Warner, Jeff Bewkes. No início de julho, o conselho da Warner enviou uma carta rejeitando a proposta, afirmando que a companhia estaria melhor de forma independente.

A 21st Century Fox estimou que o acordo poderia provocar um corte de custos de mais de 1 bilhão de dólares para a Time Warner, com a demissão de funcionários das área de vendas e administrativo. No comunicado, porém, a empresa garantiu que planejava manter os melhores diretores e executivos, além de diversos canais e estúdios da Time Warner.

Leia também:

Gigantes do tabaco acertam operação de US$ 25 bilhões

Lindt compra fabricante de chocolates Russell Stover

BTG compra banco suíço por US$ 1,5 bi

Império – Juntas, 21st Century Fox e a Warner se tornariam um império colossal, com receita total de 65 bilhões de dólares. As companhias seriam proprietárias de redes e canais de televisão (Fox, Fox News, FX, TNT, TBS e HBO), estúdios de cinema (20th Century Fox, Warner Bros), além de outros veículos de sucesso. No segmento esportivo, canais da Fox ainda contariam com os direitos de transmissão de jogos de basquete e baseball da Time Warner, entre outros esportes. A Fox estaria disposta até a vender a CNN para evitar problemas com as agências antitruste.

Apesar da rejeição, Murdoch tem fama de ser um empresário insistente em negócios onde vê grandes chances de lucro. Uma aproximação entre as duas empresas poderia gerar mudanças na indústria da mídia, com o início de uma nova série de grandes fusões entre companhias de entretenimento dos Estados Unidos.