Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ford vê mercado interno de veículos mais forte no 2o semestre

BRASÍLIA (Reuters) – As vendas domésticas de veículos no Brasil devem crescer mais no segundo semestre do que na primeira metade deste ano, estimou nesta quarta-feira o presidente da Ford para o Brasil e Mercosul, Marcos de Oliveira.

“Teremos um segundo semestre mais forte do que o primeiro. O primeiro será positivo, mas tem impactos externos”, disse o executivo em Brasília, durante evento de apresentação do novo EcoSport.

Oliveira não deu estimativas numéricas sobre as vendas da Ford no Brasil neste ano.

O diretor de Relações Governamentais da Ford, Rogélio Golfarb, ressaltou que o mercado brasileiro terá crescimento este ano e que o crédito não será um problema para o setor automotivo.

O novo EcoSport, a ser lançado no mercado ainda este ano, é o primeiro modelo mundial da Ford elaborado no Brasil, na unidade da montadora em Camaçari (BA).

O veículo será produzido no Brasil, na Índia e na Tailândia e, segundo Golfarb, vendido em cerca de 100 países, “principalmente em mercados emergentes”.

“O modelo fabricado no Brasil terá 80 por cento de conteúdo nacional”, disse.

O novo Ecosport insere-se na estratégia da empresa de renovar 100 por cento de sua linha de veículos no Brasil com plataformas compartilhadas pela marca globalmente.

A Ford não informou quanto foi investido no desenvolvimento do novo EcoSport no Brasil, mas, segundo Oliveira, o montante insere-se em um investimento total de 4,5 bilhões de reais programado para o Brasil de 2011 a 2015. Desses, 2,8 bilhões de reais são destinados às operações da empresa no Nordeste.

(Reportagem de Leonardo Goy)