Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ford pede que donos da Ranger não usem o carro até recall

Montadora identifica problema com airbags dos veículos, que podem causar lesão graves e até mesmo morte

Por Da redação Atualizado em 26 mar 2018, 14h15 - Publicado em 21 mar 2018, 16h27

A Ford convocou nesta quarta-feira um recall para picapes Ranger por defeito no airbag. A montadora identificou que eles podem vir a ser acionados indevidamente e causar ferimentos graves ou até mesmo a morte dos passageiros. A recomendação da montadora é para não usar o veículo até que o reparo seja feito.

O problema afeta 2.316 unidades, fabricadas entre 24 de agosto de 2005 e 1º de março de 2006 (veja tabela abaixo com chassis).

O reparo é gratuito e será feito em duas etapas. No primeiro atendimento, que poderá ser agendado a partir desta quarta-feira, o airbag é desativado. A partir do dia 7 de maio, haverá uma nova convocação para a substituição da peça. Os agendamentos podem ser feitos pelo site da montadora ou pelo telefone 0800 703 3673.

Uma falha de fabricação dos airbags pode fazer com que pedaços metálicos sejam projetados na cabine em caso de rompimento. A falha acontece com as peças da marca Takata já motivou vários recalls no Brasil e no mundo. A empresa declarou falência em junho do ano passado, após o registro de várias mortes relacionadas ao problema. A Ford registrou em janeiro 2 casos de morte relacionados ao airbag.

Modelo  Chassis (últimos 8 dígitos)
2005 De 5J448808 a 5J451182
2006 De 6J452181 a 6J487228

 

Continua após a publicidade

Publicidade