Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Focus: Após PIB, previsões de crescimento sobem; inflação cai

Os economistas comemoraram a demanda das famílias continuar alta e os investimentos alcançarem o primeiro resultado positivo desde 2013

Os analistas do mercado financeiro revisaram para cima as previsões de crescimento da economia para este ano e o próximo, segundo o Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central. A alta acontece após a divulgação do PIB do terceiro trimestre de 2017, que cresceu 0,1% sobre os três meses anteriores, na última sexta-feira, pelo IBGE. A instituição considerou o resultado como estável.

Para este ano, as estimativas de crescimento foram de 0,73% para 0,89%. No próximo, aumentaram de 2,58% para 2,60% – a terceira alta consecutiva.

Apesar do resultado nominal do PIB ser menor que os dos semestres anteriores – 1,2% e 0,7%, respectivamente – os economistas consideraram positivo o fato de que a demanda das famílias continua em alta, e de que os investimentos tiveram o primeiro resultado positivo desde 2013.

Ambos são os dois principais componentes do PIB, sob a ótica da demanda, e a avaliação é de que isso indica uma recuperação disseminada entre setores, ainda que o ritmo seja lento.

Inflação

Em relação à inflação, a previsão para o IPCA foram de 3,06% para 3,03% em 2017, e permaneceram em 4,02% para o ano que vem. Ambas as apostas estão dentro do limite da meta – cujo centro é de 4,5%, e o piso mínimo, de 3%.

As estimativas para a Selic para 2017 e 2018 permanecem em 7%, o mesmo resultado há onze e doze semanas consecutivas, respectivamente. O Comitê de Política Monetária (Copom), do BC, se reúne entre terça e quarta desta semana para definir a nova taxa de juros, atualmente em 7,5%.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Claudio Stainer

    O pessoal do PT se acostumou com o buraco na economia. Querem Lula. Por mim podem levar. Vai acabar em impedimento feio!

    Curtir