Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FMI vê espaço para BCE adotar política mais expansionista

BRUXELAS, 31 Mai (Reuters) – Alguns países da zona do euro que devem reduzir o déficit orçamentário para abaixo de 3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013 podem precisar de mais tempo e existe espaço para uma política mais expansionista do Banco Central Europeu (BCE), afirmou a vice-diretora-gerente do FMI, Nemat Shafik.

“No geral, planos de ajustes fiscais para este ano são amplamente apropriados na Europa”, disse Shafik em conferência em Bruxelas nesta quinta-feira.

“Em alguns países da zona do euro, entretanto, as metas fiscais nominais para 2013 acordadas antes da atual desaceleração no crescimento pode provar ser pró-cíclica demais e pode ser necessário que seja ajustado ou no mínima expressada em termos estruturais”, disse ela.

“O procedimento de déficit excessivo do Pacto de Crescimento e Estabilidade permite de fato alguma flexibilidade na decisão sobre a velocidade para levar os déficits para abaixo de 3 por cento do PIB. Se as condições econômicas piorarem, essa flexibilidade deve ser usada para revisar prazos de cumprimento das metas.”

Shafik afirmou que as metas de déficit devem ser expressadas em termos estruturais, o que exclui receitas não recorrentes e gastos, assim como os efeitos do ciclo econômico.

A política monetária teve um papel crucial em dar suporte ao crescimento no curto prazo, completou ela.

“Com a expectativa de redução das pressões de preços, isso significa que o Banco Central Europeu pode avaliar mais medidas expansionistas para impedir que a inflação agregada fique bem abaixo da meta de manter a inflação em ou abaixo 2 por cento”, disse ela.

A inflação em maio da zona do euro recuou para 2,4 por cento na comparação anual, ante 2,6 por cento em abril. O BCE quer manter a inflação abaixo, ou perto, de 2 por cento, e muitos economistas esperam que o crescimento dos preços desacelere a partir de maio porque a economia da zona do euro está em recessão.

(Reportagem de Jan Strupczewski)