Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

FMI pede apoio para sucesso do resgate da Irlanda

Fundo também reduziu projeção para o PIB do país para 1,4% em 2013, ante os 1,9% previstos em junho

Por Da Redação 10 set 2012, 17h50

O sucesso do resgate da Irlanda depende de mais apoio dos membros da zona do euro, além de uma recuperação da economia, disse o Fundo Monetária Internacional (FMI) nesta segunda-feira, ao cortar sua previsão de crescimento para a Irlanda em 2013.

“Quando implementados, os últimos compromissos europeus poderiam decisivamente melhorar as perspectivas do programa (de ajuda à irlanda). O sucesso depende de recuperação econômica externa e mais apoio europeu “, disse o FMI em seu último relatório sobre os progressos da Irlanda.

Como compromissos para fortalecimento do euro, o banco cita investimentos do ESM (Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira) nos bancos irlandeses. Isso daria oportunidade para o país deixar de depender de um financiamento oficial, “o que seria um avanço positivo na crise na zona do euro”.

A Irlanda quer afrouxar os termos ligados aos 3,1 bilhões de euros em notas promissórias – ou IOUs – usadas para recapitalizar dois bancos falidos.

Leia mais:

Irlanda busca adiar pagamento de 3,1 bi de euros a bancos

PIB – Líderes da zona do euro concordaram, em cúpula em junho, em ajudar no resgate bancário da Irlanda – um compromisso que diminuiu fortemente os yields (retorno ao investidor) de títulos irlandeses.

Embora tenha novamente elogiado a Irlanda sobre a implementação da política “vigorosa”, o FMI notou que a deterioração das condições econômicas fora da Irlanda prejudica suas perspectivas de crescimento. Para o banco, o Produto Interno Bruto (PIB) do país deve crescer 1,4% em 2013 e não os 1,9% previstos em junho. Ele também reduziu sua previsão para este ano para 0,4%, ante 0,5%.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade