Clique e assine com 88% de desconto

FMI elogia atuação do BCE e diz que irá ‘cooperar’

Para acalmar mercados, autoridade monetária da Europa realizará compras ilimitadas de títulos de dívida soberana de países da zona do euro

Por Da Redação - 6 set 2012, 14h41

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aplaudiu nesta quinta-feira o anúncio de um program de compra de bônus do Banco Central Europeu (BCE) e se disse disposto a cooperar com a iniciativa. “Damos fortes boas vindas à política de bônus do BCE, que permitirá a realização de compras ilimitadas de títulos de dívida soberana de países da zona do euro, com vencimentos entre um e três anos, como forma de reduzir a pressão dos mercados”, afirmou a diretora-gerente do Fundo, Christine Lagarde.

A medida foi anunciada pelo presidente do BCE, Mario Draghi e provocou fortes altas nas bolsas e uma redução das taxas pagas pelos países mais golpeados pela crise, como Espanha e Itália, para emitir dívida. A iniciativa visa precisamente o combate ao forte diferencial entre as taxas exigidas pelos mercados a esses países e as pagas por aqueles que ostentam economias mais sólidas, como Alemanha.

O programa de compra de dívida, batizado ‘Outright Monetary Transactions’ (OMT, Transações Monetárias Diretas), foi lançado devido às “perturbações graves observadas no mercado da dívida pública que provêm de temores infundados por parte dos investidores sobre a reversibilidade do euro”, disse Draghi.

As condições evocadas para ativar essas intervenções supõem que haja um pedido formal por parte dos interessados.

Publicidade

(Com Agência France-Presse)

Publicidade