Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fluxo cambial tem saldo negativo de US$ 9,28 bi em 2014

Mesmo com a piora vista em dezembro, o resultado é melhor do que em 2013, quando a saída de dólares do país superou a entrada em US$ 12,26 bilhões

A saída de dólares do país superou a entrada em 9,28 bilhões de dólares em 2014, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, pelo Banco Central (BC). Mesmo com a piora vista no final do ano, o resultado é melhor do que em 2013, quando o saldo ficou negativo em 12,26 bilhões de dólares. Em 2013, foi a primeira vez que o fluxo cambial do Brasil ficou negativo desde a crise financeira internacional de 2008.

No encerramento de 2012, o saldo ficou positivo em 16,7 bilhões de dólares. Em 2011, a quantia de 65,3 bilhões de dólares tinha sido a melhor desde 2007 e, em 2010, o resultado havia sido de 24,3 bilhões de dólares. Em 2009, o saldo voltou a ser positivo (28,7 bilhões de dólares), depois de registrar saídas de 983 milhões de dólares em 2008.

O saldo de 2014 foi composto por saídas líquidas do setor financeiro – que incluem investimentos estrangeiros diretos e em carteira – no valor de 13,42 bilhões de dólares e de ingressos líquidos de 4,13 bilhões de dólares do segmento comercial.

O resultado do ano reflete as dificuldades que vêm sendo sentidas no mercado de câmbio, em meio a quadros global e doméstico desafiadores. O dólar avançou ante o real pelo quarto ano seguido em 2014, saltando quase 13%, e operadores afirmam que a perspectiva é que a divisa deve continuar subindo neste ano, mesmo com menor intensidade.

Em 2015, o cenário é visto com cautela. “Devemos ver uma melhora (no fluxo) no ano que vem, mas o espaço é bem limitado”, afirmou o diretor de gestão de recursos da corretora Ativa, Arnaldo Curvello. Ele acrescenta que a recuperação econômica no Brasil deve ser lenta e que o cenário externo deve sofrer turbulências com a iminente alta de juros nos Estados Unidos.

Leia mais:

Dezembro deve registrar a maior saída de dólares do ano

Brasil tem a maior saída de dólares do ano em novembro

Entrada de dólar supera saída em US$ 6,92 bi em outubro

Dezembro – O fluxo cambial brasileiro se aprofundou ainda mais no terreno negativo no fechamento de dezembro, ao encerrar o mês com saídas líquidas de 14,05 bilhões de reais, pior resultado para o último mês do ano desde o início da série histórica, em 1982. Também é o pior resultado mensal desde setembro de 1998, quando o rombo foi de 18,91 bilhões de dólares.

É comum nos finais de ano haver uma ampliação de envios de lucros e dividendos de empresas instaladas no Brasil para suas matrizes no exterior. Por isso o BC forneceu leilões de linha (operações de venda com compromisso de recompra) ao longo do mês passado. Dentro do programa de leilões de swap cambial em 2015, confirmado até pelo menos o dia 31 de março, não há previsão de operações de linha dentro de uma rotina preestabelecida. O BC se comprometeu, no entanto, a atuar sempre que considerar necessário.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)