Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fitch reduz em um escalão a nota da Repsol por expropriação da YPF

A agência de classificação financeira Fitch reduziu nesta sexta-feira em um escalão a nota da gigante do petróleo espanhola Repsol, para “BBB-“, alegando que o grupo não obterá “no curto e médio prazo” nenhum tipo de indenização após a expropriação de sua filial argentina YPF.

“A Fitch prevê que a Repsol não receberá nenhuma compensação do governo argentino a curto e médio prazo e que também não recuperará o dinheiro emprestado ao grupo Petersen para a compra de 27% do capital da YPF há vários anos”, afirmou a agência em um comunicado.

A agência ameaça rebaixar, no longo prazo, a nota do grupo, que se situa agora a um escalão da categoria de investimento especulativo.

A presidente argentina, Cristina Kirchner, decidiu em abril expropriar a Repsol de 51% de YPF, alegando falta de investimentos, o que desatou uma grave crise diplomática entre os dois países.

Esta expropriação levou a gigante petroleira espanhola a revisar seu plano estratégico 2012-2016, anunciando que iria focar na exploração em mercados como Brasil, Estados Unidos e, inclusive, Espanha.