Clique e assine a partir de 9,90/mês

Fitch rebaixa nota grega para ‘C’, o último grau antes de default

Rebaixamento ocorreu depois que os países da zona do euro chegaram a um novo acordo de ajuda à Grécia no valor de 130 bilhões de euros

Por Da Redação - 22 fev 2012, 09h30

A agência de classificação de risco Fitch rebaixou nesta quarta-feira a nota da dívida soberana grega em dois degraus, de “CCC” para “C”. O rebaixamento da classificação ocorre depois de os países da zona do euro acordarem em Bruxelas o segundo resgate financeiro à Grécia no valor de 130 bilhões de euros. No mesmo comunicado, a agência reafirmou a nota da zona do euro em “AAA”.

A nova nota da dívida grega é menor antes da categoria D, que significa default (ou calote) dos pagamentos de sua dívida. A nota anterior significava alta vulnerabilidade econômica e alta dependência da conjuntura global. Já a nova classificação significa risco iminente de calote.

A própria Fitch advertiu no documento que, se a proposta de reduzir a carga da dívida pública da Grécia por meio da troca de dívida com os credores privados for concluída, constituirá, na prática, em falta de pagamento de suas obrigações – ou o chamado default. Ainda segundo a agência internacional, um calote da Grécia “é altamente provável no curto prazo”.

A zona do euro aprovou, na terça-feira de madrugada, um novo plano de resgate para a Grécia que poderá totalizar 237 bilhões de euros, mas ainda assim não foi capaz de entusiasmar os mercados nem diminuir sua cautela em relação ao país.

Continua após a publicidade

(Com agências EFE e France-Presse)

Publicidade