Clique e assine a partir de 9,90/mês

Fitch: anúncios de Sarkozy são ‘positivos’ e não influenciam nota

Por joel saget - 31 jan 2012, 15h52

A agência classificação financeira, Fitch, disse nesta terça-feira que os anúncios econômicos feitos no domingo pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy, são “positivos” e não trarão um impacto imediato na nota de solvência concedida à França, atualmente a máxima possível, AAA.

A Fitch, que ameaça reduzir a nota da França, disse que “as medidas ainda terão que ser aplicadas e que por isso o impacto não deve ser sentido no curto prazo nem influenciar a classificação creditícia do país”.

Entre as principais medidas anunciadas por Sarkozy, a Fitch cita o aumento do IVA em 1,6 ponto percentual para outubro, e a proposta de negociar o número de horas trabalhadas nas empresas.

Otra grande agência classificadora, a Standard and Poor’s, retirou no dia 13 de janeiro sua nota máxima concedida à França (AAA).

Publicidade