Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Financiamento de veículos sobe 30,2% no 1º bimestre

As taxas de juros praticadas pelos bancos ligados às montadoras ficaram, em média, em 18,5% ao ano - e 1,42% ao mês

Por Redação 5 abr 2018, 16h50

Os financiamentos de veículos cresceram 30,2% no primeiro bimestre deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo a Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef). Os recursos liberados atingiram 18,1 bilhões de reais no período. A alta nos financiamentos contribuiu para o aumento nas vendas de veículos no início deste ano, que registraram expansão de 15% no primeiro trimestre.

Em fevereiro, foram liberados 8,1 bilhões de reais em operações Crédito Direto ao Consumidor (CDC), alta de 26% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Desse total, 6,9 bilhões de reais foram destinados às pessoas físicas, o que corresponde a uma alta de 19,7% em relação a fevereiro de 2017. Para as pessoas jurídicas foi liberado 1,2 bilhão de reais, volume 80,7% superior ao registrado no mesmo mês do ano passado.

Na carteira de leasing foram liberados 159 milhões de reais, alta de 40,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. Para as pessoas físicas, foram destinados 21 milhões de reais.  Para pessoas jurídicas foram liberados 138 milhões de reais, alta de 53,3% em relação a fevereiro de 2017.

“O ano começou com todos os setores produtivos e consumidores otimistas com as perspectivas para o mercado, mas percebemos uma leve estagnação ao longo do mês de fevereiro. Mesmo assim, a expectativa para este ano é de que o financiamento de veículos se mantenha em ritmo de crescimento, lento, porém constante”, explica o presidente da Anef, Luiz Montenegro.

  • Inadimplência

    De acordo com a entidade, o índice de inadimplentes nas operações de financiamento em fevereiro ficou em 3,7%, queda de 0,9 ponto percentual nos últimos doze meses. Na carteira de leasing, a taxa foi de 2,3%, o que representa uma redução de 1,3 ponto percentual em doze meses.

    A inadimplência para pessoas jurídicas foi de 2,7% para financiamentos e 1,5% para leasing. Representando queda de 2 pontos percentuais (CDC) e 1,9 (leasing) em doze meses.

    As taxas de juros praticadas pelos bancos ligados às montadoras ficaram, em média, em 18,5% ao ano – e 1,42% ao mês.

    Continua após a publicidade
    Publicidade