Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Fiat fecha 5 fábricas da Iveco até final do ano

Por Marcelo Caceres - 1 jul 2012, 17h18

A Fiat fechará cinco fábricas na Europa da sua divisão de veículos utilitários Iveco, até o final de 2012, reagrupando as atividades em apenas uma unidade, na Alemanha, informou neste domingo o diretor-geral da empresa, Alfredo Altavilla, citado pela agência Ansa.

As unidades de Chambéry, na França, de Weisweill e Ulm, na Alemanha, e de Graz e Goerlitz, na Áustria, serão fechadas, para dar origem a um “polo de excelência” de veículos contra incêndios em Ulm, disse Altavilla.

A decisão afetará 1.075 funcionários da Iveco, revelou Altavilla, que fez o anúncio durante a apresentação do novo caminhão Stralis.

“É uma decisão dolorosa mas que servirá para reforçar a empresa em seu conjunto. Não deixamos de investir e quando os mercados reagirem, estaremos prontos”, destacou Altavilla.

Publicidade

O construtor de carros de bombeiros Camiva, filial da Iveco, já havia anunciado em meados de maio o fechamento da sua unidade em Saint-Alban-en-Leysse, na França, que empregava 171 funcionários.

No primeiro trimestre de 2012, a Fiat Industrial registrou uma alta de 93% em seu lucro líquido, que atingiu 207 milhões de euros, contra 114 milhões no primeiro trimestre de 2011.

Publicidade