Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Fiat faz parada técnica na produção de Betim-MG

Por Da Redação 5 set 2011, 19h10

Por Aline Reskalla

Belo Horizonte – A Fiat Automóveis aproveitou o feriado de 7 de setembro para fazer uma parada técnica na sua linha de produção em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os metalúrgicos só retornarão ao trabalho na quinta-feira, dia 8. A montadora nega que a paralisação temporária seja um reflexo da desaceleração nas vendas, mas admite que a chamada “ponte” ajuda a promover um ajuste nos estoques, hoje na casa de 22 mil veículos. Com a interrupção, a Fiat deixará de fabricar cerca de 9 mil unidades – a média diária de produção é de 3 mil carros por dia.

“Estamos emendando o feriado para fazer manutenção em equipamentos e adaptação da unidade para início de produção do novo mix. É claro que isso acaba favorecendo um ajuste nos estoques”, disse o chefe de comunicação da montadora, Roberto Baraldi. A empresa não cogita, segundo ele, dar férias coletivas aos seus trabalhadores.

Segundo Baraldi, o desaquecimento nas vendas do setor automotivo era esperado em razão das medidas de restrição ao crédito e ao consumo adotadas pelo governo federal. Ele acredita, no entanto, que a queda da taxa básica de juros, anunciada pelo Banco Central na semana passada, seja suficiente para dar um pouco de fôlego ao setor.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, João Alves de Almeida, disse que as linhas de produção da Fiat e da Fiat Powertrain – fábrica de motores do grupo – estão totalmente paralisadas. As duas unidades empregam 12.500 trabalhadores apenas na montagem.

O dirigente sindical, que participou de reunião na montadora na semana passada, disse que as vendas caíram nos últimos dias também em função das negociações entre o setor automotivo e o governo federal sobre a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). “Muitos clientes, principalmente frotistas, estão aguardando essa medida e suspenderam as compras”, afirmou.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)