Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FGV eleva previsão do IPC-S de 2011 de 6,2% para 6,3%

Por Flávio Leonel

São Paulo – O coordenador do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), Paulo Picchetti, elevou hoje de 6,2% para 6,3% a projeção para a inflação medida pelo indicador da Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2011. Em entrevista coletiva à imprensa, ele disse que a revisão foi motivada pela expectativa maior do que a aguardada anteriormente para o IPC-S de dezembro.

Ate o final do mês passado, Picchetti trabalhava com uma projeção de alta média de 0,60% para a inflação em cada um dos dois últimos meses do ano. “Veio um pouco menor em novembro, mas deve vir um pouco maior em dezembro, em torno de 0,70%”, comentou.

A FGV divulgou hoje que o IPC-S de novembro subiu 0,53%. O resultado representou mais do que o dobro da taxa de outubro, de 0,26%. Ficou entretanto dentro das estimativas dos economistas do mercado financeiro, já que o levantamento do AE Projeções mostrou que eles esperavam uma taxa de 0,42% a 0,58%, com mediana de 0,47%.

Para dezembro de 2011, a projeção de Picchetti leva em conta uma expectativa amparada na sazonalidade, já que o período de final de ano, costuma trazer aumentos de preços em vários itens. Segundo o coordenador, a maioria das classes de despesas do IPC-S deve apresentar aceleração no último mês de 2011.