Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FGTS pode ser sacado por brasileiro que mora na Europa

Desde 2010, 12 milhões de reais foram sacados por 2 milhões de trabalhadores que moram nos EUA e no Japão. Medida chega agora ao continente europeu

Brasileiros que moram na Europa poderão solicitar o saque de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Trabalhadores que moram nos Estados Unidos e no Japão já contam com esse serviço e, desde 2010, mais de 2 mil trabalhadores conseguiram sacar 12 milhões de reais.

Na Europa, os primeiros postos que receberão os pedidos de saque são instalados nas cidades de Bruxelas, Dublin, Paris, Londres e Roterdã. Toda a tramitação é feita no consulado brasileiro dessas cidades. “O sucesso obtido no Japão e nos EUA da parceria com o Ministério das Relações Exteriores e o apoio do Ministério do Trabalho incentivou a ampliação do serviço”, disse o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Fabio Cleto, em nota à imprensa.

Para conseguir o saque dos recursos, o brasileiro precisa ter contrato de trabalho no Brasil rescindido sem justa causa; extinção normal do contrato de trabalho brasileiro a termo; aposentadoria concedida pela Previdência Social no Brasil; permanência do trabalhador por três anos ininterruptos fora do regime do FGTS ou três anos ininterruptos sem crédito de depósito para afastamento ocorrido até 13 de julho de 1990. Liberado, o dinheiro será creditado em conta em qualquer banco no Brasil.

Informações sobre o saque do FGTS no exterior podem ser obtidas na internet, no site da Caixa.

(com Agência Estado)