Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Feirão de imóveis da Caixa começa nesta sexta em São Paulo

A expectativa da instituição é ofertar mais de 300 mil imóveis até o dia 25 de maio

Começa nesta sexta-feira a 10ª edição do Feirão da Casa Própria, organizado pela Caixa Econômica Federal. Ao todo, treze cidades vão receber o evento e São Paulo será a primeira. A feira fica até o dia 4 de maio na capital paulista. Brasília, Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador são as próximas cidades a sediar o Feirão, entre os dias 16 e 18 de maio. O último fim de semana do evento será de 23 a 25 de maio nas cidades de Campinas (SP), Florianópolis, Porto Alegre e Uberlândia (MG).

A expectativa da Caixa é ofertar mais de 300 mil imóveis até o dia 25 de maio ao longo do evento, sendo 147 mil apenas em São Paulo, distribuídos pela capital, Grande São Paulo e Baixada Santista. Devem participar, ao todo, 560 construtoras e 340 imobiliárias em todo o país – 83 construtoras, 57 imobiliárias somente na capital paulista.

Balanço – Em todo o Feirão da Casa Própria de 2013 foram registrados 14 bilhões de reais em negócios, crescimento de 13,3% em relação a 2012. Em torno de 407 mil pessoas passaram pelo evento no ano passado. Mais de 88.700 contratos foram fechados ou encaminhados, com um financiamento médio de cerca de 160 mil reais. Somente em São Paulo, cerca de 53 mil pessoas visitaram o evento, onde foram fechados ou encaminhados mais de 3,2 bilhões de reais em negócios, correspondendo a 20.311 contratos.

Para este ano, a Caixa espera que as concessões imobiliárias cresçam 14,2%, mais tímido que o avanço de 26,4% visto em 2013, quando as contratações ficaram em 35 bilhões de reais.

Leia também:

Preço dos imóveis sobe menos que a inflação

Financiamentos de imóveis pelo FGTS terão portabilidade

Imóvel custa 12% a mais por culpa da burocracia

Neste ano, a Caixa repetirá uma promoção oferecida em 2013. Os clientes que comprarem um imóvel no Feirão ou em alguma agência do banco durante o período do evento poderão optar por pagar a primeira parcela somente em janeiro de 2015. A condição vale para os financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

O prazo para o financiamento imobiliário é de até 35 anos. As taxas de juros são de, no mínimo, 4,5% ao ano, variando de acordo com a renda do tomador e o valor financiado.

(com Estadão Conteúdo)