Clique e assine a partir de 8,90/mês

Fed vai tomar novas ações econômicas se necessário

Ben Bernanke, presidente do banco, disse que se crise na Europa piorar, Fed pode voltar a agir

Por Da Redação - 20 jun 2012, 15h46

O presidente do Federal Reserve (banco central americano, Fed), Ben Bernanke, declarou nesta quarta-feira que está preparado para adotar mais medidas para estimular o crescimento, se necessário, especialmente se a situação na Europa piorar.

Mais cedo, o Fed divulgou sua decisão de manter as taxas de juros inalteradas no patamar de zero a 0,25% ao ano e estendeu a Operação Twist, pela qual o banco espera diminuir os custos de empréstimos por meio da venda de títulos de curto prazo para comprar bônus com prazos mais longos.

“Aquisições adicionais de ativos estão entre as coisas que certamente consideraremos se for necessária a adoção de medidas adicionais para fortalecer a economia”, disse. “O Federal Reserve está muito envolvido nas discussões e consultas com líderes europeus… Tentamos prover a ajuda e apoio que está ao nosso alcance”, completou.

No Brasil, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, minimizou a extensão da Operação Twist do governo americano e disse que é “mais do mesmo” porque se parece com ‘quantative easing’, mecanismo usado para dar liquidez aos mercados. “É apenas um alívio temporário e ao meu ver não tem grande impacto, e não é um estímulo para a retomada do crescimento”, disse.

(com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade