Clique e assine a partir de 9,90/mês

FecomercioSP: janeiro passa a 2º melhor mês de vendas

Por Da Redação - 10 jul 2012, 13h26

Por Beatriz Bulla

São Paulo – A alteração de maio para janeiro na data-base de reajuste do salário mínimo mudou o calendário de maiores vendas do comércio. De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), entre 2005 e 2009, janeiro era o segundo pior mês para vendas do varejo paulistano. De 2007 a 2011, o mês passou a ser o segundo melhor mês para os lojistas.

Janeiro só perdeu, na análise mais recente, para dezembro, quando o consumo é alto por conta das compras de Natal em geral facilitadas pelo pagamento do 13º salário. Entre 2007 e 2011, as vendas de janeiro representaram 8,48% das vendas anuais, um resultado 0,64 ponto porcentual maior do que no período de 2005 a 2009.

Com a mudança na data-base do salário mínimo, maio deixou de ser o segundo melhor mês para o varejo, passando para a quinta posição. Atualmente, as vendas de maio representam 8,32% do saldo anual. Dezembro, tradicionalmente o melhor mês do ano para o varejo, recuou na participação das vendas anuais, de 10,66% para 10,25%, na comparação entre os períodos de 2005 e 2009 e de 2007 e 2011.

Continua após a publicidade

“A retração não significa menor volume de vendas, apenas reflete um incremento das compras em outros meses e menor oscilação no nível de consumo ao longo do ano”, avalia a assessoria técnica da FecomercioSP, em nota distribuída à imprensa. A FecomercioSP afirma também que o consumidor aprendeu, nos últimos 15 anos, a comparar preços e aproveitar liquidações após datas comemorativas.

Publicidade