Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Falência de bancos diminui em 2011 nos EUA, mas tendência continua

Por Nicholas Roberts 1 jan 2012, 16h28

O total de falência de bancos nos Estados Unidos caiu em 2011 em relação ao ano anterior e a tendência deverá manter-se em 2012, afirmou a Companhia Federal de Seguros de Depósitos Bancários (FDIC).

No total do ano que acaba, 92 bancos locais ou regionais americanos fecharam suas portas, contra 157 em 2010 (um recorde desde a crise de 1992, quando as instituições falidas chegaram a 181) e 140 em 2009.

Antes da explosão da atual crise, em 2008, o número de falências foi muito inferior, de apenas 25, assinalou a FDIC.

Também o total de falências e sua frequência diminuiu: em dezembro, fecharam dois bancos cujos ativos totalizaram 289,9 milhões de dólares, contra 11 em janeiro (com 7,15 bilhões de 0 millones de dólares en activos) y 12 en febrero (2.430 millones).

No final de novembro, a FDIC já havia notado uma melhoria da situação global dos bancos. Dois meses antes, estimou em 844 o número de estabelecimentos em dificuldades, contra 865 no final de junho e 884 no final de dezembro de 2010.

Continua após a publicidade
Publicidade