Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ex-presidente do BES é detido para prestar depoimento

Ricardo Espírito Santo é investigado por lavagem de dinheiro e sonegação de impostos

O ex-chefe do Banco Espírito Santo, Ricardo Espírito Santo Salgado, foi detido por autoridades judiciárias de Portugal e levado a um juiz nesta quinta-feira, segundo informações de promotores. A detenção agrava os problemas enfrentados pela família que luta para salvar seu império de negócios, após a descoberta de irregularidades materiais na holding Rioforte este ano.

Salgado foi levado ao juiz no Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa para participar de audiência fechada ao público, afirmou um funcionário do local. A Procuradoria-Geral da República informou em comunicado que a detenção de Salgado, de 70 anos, está relacionada a uma antiga investigação por lavagem de dinheiro e sonegação de impostos. Não foram dados mais detalhes.

Leia também:

Rioforte entra com pedido de recuperação judicial

Bradesco estuda aporte financeiro no Banco Espírito Santo

BES diz que investidores pessoa física serão reembolsados

O diretor do regulador do mercado de Portugal (CMVM), Carlos Tavares, disse nesta quinta-feira que o órgão investigou o Grupo Espírito Santo em diversas ocasiões nos últimos seis anos e encontrou sinais de possíveis atividades ilegais. Tavares alertou procuradores sobre o que seriam “sinais de abuso de informações privilegiadas e um possível crime de abuso de confiança”. O Ministério Público também afirmou na semana passada que tem diversas investigações em andamento envolvendo o Espírito Santo.

Salgado tem sido testemunha voluntária na investigação. Em janeiro de 2013, ele afirmou que sempre pagou seus impostos e negou qualquer irregularidade. Na época, a Procuradoria confirmou que ele não era suspeito de nenhum crime.

(Com agência Reuters)