Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ex-premier admite que a Grécia pode sair do euro

Por Louisa Gouliamaki - 23 maio 2012, 08h17

O ex-primeiro-ministro Lucas Papademos admitiu a possibilidade da Grécia sair do euro e advertiu que a situação pode repercutir em países fora do bloco monetário.

“Apesar deste cenário ser pouco provável e não ser desejável para a Grécia nem para os outros países, não podemos descartar que existam preparativos para conter as consequências potenciais de uma saída da Grécia do euro”, disse Papademos em uma entrevista ao The Wall Street Journal.

A saída da Grécia teria consequências econômicas “catastróficas”, advertiu o subchefe do Banco Central Europeu (BCE) em suas primeiras declarações públicas desde que cedeu o poder a um governo transitório na semana passada.

Publicidade