Clique e assine a partir de 9,90/mês

Eventual fusão com TAM impulsiona ações da Lan

Corte Constitucional chilena deve decidir ainda nesta quarta-feira rejeitar uma queixa da concorrente Pal Airlines

Por Da Redação - 24 ago 2011, 12h19

No começo do mês, a Pal solicitou à Corte que a fusão fosse declarada inconstitucional. Se a queixa for rejeitada, só restará mais um obstáculo à fusão no Chile, o Tribunal Antitruste

As ações da Lan Airlines estavam em alta de 3,5% por volta das 11h23 (de Brasília) na Bolsa de Santiago com a expectativa de que a empresa esteja mais perto de conseguir a aprovação de sua fusão com a brasileira TAM. Os investidores esperam que a Corte Constitucional chilena decida ainda nesta quarta-feira rejeitar uma queixa da concorrente Pal Airlines.

No começo do mês, a Pal solicitou à Corte que a fusão fosse declarada inconstitucional. Se a queixa for rejeitada, só restará mais um obstáculo à fusão no Chile, o Tribunal Antitruste, cuja decisão deve sair em algumas semanas.

“Tudo que eu posso dizer é que uma grande porcentagem da sentença já foi escrita”, disse Tomas Menchaca, presidente do Tribunal. Ele acrescentou que não poderia dizer se a decisão será divulgada “em uma semana, duas ou três, mas não deve demorar mais do que isso”.

Continua após a publicidade

Uma fusão Lan-TAM criaria a maior companhia aérea da América Latina.

Na BM&FBovespa, os papéis da TAM também registravam forte alta (+4,56%), entre as maiores valorizações do Ibovespa, também em função da expectativa de que o pedido da Pal contra a fusão seja rejeitado.

(Com Agência Estado)

Publicidade