Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Europeus procuram brasileiros para casar (de mentirinha), aponta El País

Para fugir do desemprego e tentar a vida no país, muitos europeus já apelam para o velho 'casamento de fachada'

As turbulências econômicas na zona do euro deixaram milhões de desempregados. Em maio, 17,56 milhões de pessoas estavam sem trabalho na região, segundo a agência de estatísticas Eurostat. Sem emprego por lá, o Brasil – maior economia da América Latina – virou destino de muitos europeus que fogem da crise em busca de oportunidades. Para conseguir um trabalho formal e ter residência fixa por aqui, espanhóis, alemães, franceses e americanos estão até pagando para se casar com brasileiros, informa reportagem publicada nesta segunda-feira pelo jornal espanhol El País.

A reportagem conta o caso do publicitário espanhol Luis, de 36 anos, que se casou com uma empregada doméstica em São Paulo. Ele pagou para a moça 3 mil reais pelo matrimônio de fachada – bem menos que na Espanha do final dos anos 90, quando estrangeiros pagavam até 10 mil euros para se casarem com espanhóis. Contudo, para ficar no país livremente, Luis – que é homossexual – terá de provar que ama sua esposa, os vizinhos terão de dizer que o conhecem e a Polícia Federal possivelmente irá até sua casa para conferir de perto o vínculo com a esposa, detalha a reportagem. Este laço precisa ser provado, por exemplo, por meio de fotos românticas do casal espalhadas pela residência. Isso tudo, segundo o El País, faz parte dos trâmites da PF para autorizar a permanência de estrangeiros por até um ano no Brasil.

Leia mais:

Desemprego na Eurozona bate novo recorde em maio

A fraude do casamento de fechada, já conhecida pelas autoridades brasileiras, pode levar a esposa de Luis à cadeia por cinco anos por falsidade ideológica. Ele poderia ser deportado. O publicitário disse ao El País que conhece três alemães e um americano que fizeram o mesmo.

De acordo com a reportagem, os pedidos de visto por matrimônio com brasileiros aumentaram 95% de 2009 a 2010. Em 2011, 3.479 estrangeiros pediram visto. Os espanhóis estão em terceiro lugar na lista de interessados em visto para morar no Brasil, atrás apenas dos franceses e ingleses.

Burocracia – O publicitário Luis e outros estrangeiros que tentam morar no Brasil reclamam da burocracia para conseguir o visto. Para viver legalmente em terras brasileiras, eles têm de provar, por exemplo, que a função que exercem em seu trabalho não pode ser exercida por um brasileiro, o que dificulta a contratação por empresas nacionais. Para fugir da burocracia, preferem fazer um casamento de fachada primeiro e, só então, tentar um emprego no país.