Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Europa pesa e bolsas de NY abrem em queda

Por Da Redação 30 abr 2012, 11h06

Por AE

São Paulo – As preocupações com a crise europeia e a desaceleração nos gastos dos americanos

com consumo em março contribuem para uma abertura em baixa dos negócios em Nova York nesta

segunda-feira. Por outro lado, o anúncio de que a Microsoft vai investir US$ 300 milhões no leitor de

livros digitais da rede de livrarias Barnes & Noble, o Nook, é impulso positivo.

Mais cedo, o Departamento do Comércio informou que os gastos dos consumidores dos EUA subiram

0,3% em março, desacelerando de uma alta revisada para cima de 0,9% em fevereiro, que foi o maior

ganho em quase dois anos e meio. A renda pessoal aumentou 0,4%, oferecendo alguma esperança de

recuperação dos gastos nos próximos meses. Os economistas ouvidos pela Dow Jones previam alta

Continua após a publicidade

de 0,4% dos gastos e aumento de 0,2% da renda pessoal.

Já o índice de preços dos gastos com consumo pessoal (PCE) subiu 0,2% em março, ante fevereiro,

avançando 2,1% em bases anualizadas, um pouco acima da meta do Federal Reserve (Fed), de 2%.

O euro caía nesta manhã, refletindo a nova rodada de más notícias vindas da Europa. Hoje, a agência

de classificação de risco Standard & Poor’s rebaixou o rating de 16 bancos espanhóis na sequência

do corte no rating soberano do país, anunciado na semana passada. Esta manhã, o euro caía a US$

1,3223, de US$ 1,3252 no fim da tarde de sexta-feira.

No pré-mercado, as ações da Barnes & Noble subiam 88% após o anúncio de que a companhia

receberá uma injeção de recursos de US$ 300 milhões da Microsoft nos negócios envolvendo o leitor

digital Nook.

Continua após a publicidade
Publicidade