Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Euro recua ante dólar com fala frustrante de Bernanke

Por Da Redação 7 jun 2012, 18h46

Por Renato Martins

Nova York – O euro recuou diante do dólar, em dia marcado pela expectativa, criada e depois frustrada, de que o Federal Reserve acompanharia a surpreendente redução da taxa básica de juros pelo Banco do Povo da China (PBoC).

Durante a madrugada, o BC chinês reduziu suas taxas de crédito e de depósito. Isso gerou otimismo quanto à perspectiva da segunda maior economia do mundo e fez subirem as moedas que oferecem maiores taxas de retorno. O euro chegou a US$ 1,2626, mas recuou mais tarde, depois de o presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, discursar sem oferecer qualquer sinal de novas medidas de estímulo à economia dos EUA.

O rebaixamento do rating da Espanha pela Fitch não causou reação no mercado. “Todo mundo sabe que a Espanha tem problemas. Isso já não causa mais um efeito de choque”, comentou o estrategista do Citigroup, Greg Anderson.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,2562, de US$ 1,2581 na quarta-feira; o iene estava cotado a 79,64 por dólar, de 79,21 por dólar na quarta-feira. A libra estava cotada a US$ 1,5526, de US$ 1,5489 (depois de o Banco da Inglaterra manter sua taxa básica inalterada, como previsto); o franco suíço estava cotado a 0,9561 por dólar, de 0,9544 por dólar na quarta-feira. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade