Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Euro cai ante dólar e iene por incertezas com cúpula

Por Renato Martins

Nova York – O euro caiu diante do dólar e do iene na segunda-feira, refletindo o pessimismo crescente dos investidores quanto à possibilidade de o encontro de cúpula europeu do fim da semana produzir alguma medida importante. O dia foi marcado por pedidos de ajuda financeira da Espanha e de Chipre à União Europeia; como nenhum dos dois países especificou a quantia que vai precisar, isso alimentou a incerteza dos mercados.

O encontro de cúpula marcado para quinta-feira e sexta em Bruxelas é visto como um momento crucial para os governos europeus anunciarem detalhes de seus planos para resolver a crise da dívida e estimular a economia da região. Mas os participantes do mercado estão rebaixando suas expectativas, porque os diferentes governos europeus parecem ainda estar muito longe de um acordo sobre propostas como a formação de uma união bancária, o estabelecimento de um sistema comum de garantia de depósitos, o uso dos programas de crédito emergencial e o relaxamento das exigências de austeridade para os países que recebem ajuda, observou o estrategista Aroop Chaterjee, do Barclays.

Masafumi Takada, diretor de câmbio do BNP Paribas em Nova York, disse que o euro poderá voltar a testar o nível de US$ 1,23 no futuro próximo, caso o sentimento atual do mercado continue a prevalecer. “O mercado continuará nervoso, volátil e sensível a notícias até a cúpula”, acrescentou. Para ele, qualquer movimento de alta do euro deverá se deter na faixa de US$ 1,26 a US$ 1,265.

No fim da tarde em Nova York, o euro estava cotado a US$ 1,2504, de US$ 1,2574 na sexta-feira; frente ao iene, o euro estava cotado a 99,61 ienes, de 101,14 ienes na sexta-feira. O iene estava cotado a 79,65 por dólar, de 80,43 por dólar na sexta-feira; o franco suíço estava cotado a 0,9604 por dólar, de 0,9551 por dólar na sexta-feira; a libra estava cotada a US$ 1,5575, de US$ 1,5587 na sexta-feira. As informações são da Dow Jones.