Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA revisam para baixo crescimento do PIB no 2º trimestre

Expansão foi de apenas 1,6%, ante estimativa inicial de 2,4%

A projeção de 1,6% deve ser revista novamente, em dado divulgado dia 30 de setembro

A economia americana cresceu somente 1,6% no segundo trimestre (taxa anualizada), abaixo da estimativa anterior de 2,4%. A expansão do segundo trimestre foi bem menor que a do primeiro, de 3,7%, conforme as estimativas do Escritório de Análises Econômicas americano (BEA na sigla em inglês) divulgadas nesta sexta-feira. A revisão ficou acima das expectativas de economistas do mercado financeiro, que previam variação de 1,4% apenas.

Os dos investimentos do setor privado, o aumento dos gastos pessoais, das exportações e dos gastos públicos contribuíram para a expansão no período. Já as importações afetaram negativamente a conta.

O governo americano estimou que as despesas de consumo pessoal cresceram 2% no segundo trimestre deste ano, contra uma alta de 1,9% no primeiro trimestre. Os investimentos do setor privado aumentaram 17,6% no segundo trimestre, ante apenas 7,8% no primeiro. Exportações de bens e serviços cresceram 9,1% no segundo trimestre, ante alta de 11,4% nos três meses iniciais do ano. Já as importações de bens e serviços cresceram 32,4% entre abril e junho, frente aumento de somente 11,2% no primeiro trimestre.

A projeção de 1,6% deve ser revista novamente, em dado divulgado dia 30 de setembro.