Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

EUA querem ação mais rápida contra crise da dívida europeia

Por Da Redação 12 out 2011, 15h07

WASHINGTON (Reuters) – Os Estados Unidos continuarão pressionando vigorosamente a Europa para que lide com a crise da dívida antes que ela tire do eixo uma já frágil recuperação global, disse nesta quarta-feira um alto funcionário do Departamento do Tesouro norte-americano.

Falando antes de um encontro de ministros das Finanças do G20 em Paris, que acontecerá na sexta-feira e no sábado, o sub-secretário para Assuntos Internacionais Lael Brainard afirmou que o encontro deve estar “focado” em como fortalecer o crescimento.

“Contra um cenário de elevados riscos para a recuperação, os EUA intensificarão nosso chamado por uma ação resoluta”, disse Brainard, acrescentando que a Europa “apresenta o mais sério risco para a recuperação global no momento”.

(Por Glenn Somerville e David Lawder)

Continua após a publicidade

Publicidade