Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estudo revela que 7,5 milhões de alemães estão em busca de trabalho

Berlim, 15 ago (EFE).- O balanço favorável do mercado de trabalho alemão, que apresenta um nível de desemprego abaixo da média europeia, camufla o fato de que quase 7,5 milhões de cidadãos estão em busca de emprego, seja porque estão desempregados ou porque desejam reforçar seus orçamentos com uma nova fonte de renda.

Segundo um estudo divulgado nesta quarta-feira pelo Escritório Federal de Estatística (Destatis), os 2,5 milhões de desempregados que buscam ativamente trabalho são somados com outros 3,7 milhões de pessoas que desejam um trabalho extra.

Dentro deste grupo de pessoas já empregadas, 2 milhões trabalham em jornada reduzida e possuem intenção de ampliá-la, enquanto 1,7 milhão de cidadãos, que já possuem uma jornada completa, também buscam um trabalho complementar.

O cálculo alcançado pelo estudo, que estima que 7,5 milhões de alemães estão em busca de emprego, ainda inclui a chamada ‘reserva silenciosa’, aqueles que não estão em busca de um emprego ativamente, mas gostariam de um novo trabalho. Segundo o estudo, esse grupo é formado por 1,2 milhão de pessoas.

De acordo com os dados oferecidos, 72% dos empregados em jornada reduzida que querem trabalhar mais são mulheres. No que se refere aos empregados de jornada completa – a partir de 32 horas semanais – que procuram um segundo trabalho, 73% são homens.

No último mês de julho, a taxa de desemprego na Alemanha era de 6,8%, enquanto a de desemprego juvenil ficava em 7,9%, a mais baixa de toda a UE. EFE