Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Espanha assume controle do Bankia, um dos maiores bancos do país

Por Da Redação 10 Maio 2012, 10h09

MADRI, 10 Mai (Reuters) – Na esperança de acabar com quatro anos de crise bancária, o governo da Espanha efetivamente assumiu na noite de quarta-feira o controle do Bankia, um dos maiores bancos do país, após de dias de dúvidas no mercado sobre a viabilidade da financiadora.

O governo de centro-direita do primeiro-ministro Mariano Rajoy disse aos espanhóis que o setor bancário é estável e que mais medidas para fortalecer os bancos em perigo virão à tona na sexta-feira, tendo em vista que a reforma do setor bancário em fevereiro se mostrou insuficiente.

Responsável por 10 por cento dos depósitos do setor bancário espanhol, o Bankia de longe é o maior dos oito bancos que o governo resgatou nos últimos anos. Ele nasceu em 2010, quando Madri fundiu vários bancos em dificuldades para salvá-los.

“O Bankia é uma instituição solvente que continua com as operações absolutamente normais; os correntistas e depositantes não têm motivo de preocupação”, disse o banco central espanhol em comunicado.

O governo passou a ter controle total sobre a matriz do Bankia -o BFA- ao transformar um resgate de 4,5 bilhões de euros em participação acionária. Isso garantiu a Madri 45 por cento do Bankia, mas o governo deve unir as duas instituições e controlar ambas.

O governo também deve injetar mais 10 bilhões de euros em empréstimos ou dinheiro no Bankia para cobrir o rombo de empréstimos em aberto.

(Por Paul Day)

Continua após a publicidade
Publicidade