Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Equatorial Energia fecha compra da Celpa

Empresa ainda não havia se manifestado, o que atraiu outro grupo interessado no negócio - a J&F, holding controladora do frigorífico JBS

A Equatorial Energia fechou contrato para a compra da distribuidora paraense de energia Celpa, segundo fato relevante publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), nesta terça-feira. A Equatorial adquiriu a distribuidora do Grupo Rede Energia por 1 real, assumindo 39,1 milhões de ações de emissão da Celpa. A Celpa estava em processo de recuperação judicial e era a única das nove distribuidoras de energia do Grupo Rede sem intervenção pelo governo.

O prazo para a Equatorial apresentar sua oferta pela Celpa venceria nesta terça-feira e, como até à tarde nada havia sido proposto, o grupo J&F, holding detentora do frigorífico JBS, havia se mostrado interessado em adquirir a companhia. O administrador judicial da Celpa, Mauro Santos, disse mais cedo nesta terça-feira que a Equatorial estava negociando na segunda-feira uma proposta de compra e venda cheia de condicionantes, que os acionistas da Celpa ainda não haviam assinado. Entre as condições estava um acordo com o governo do Estado sobre o ICMS devido – que já está em 458 milhões de reais.

Leia mais:

Aneel decreta intervenção em oito distribuidoras da Rede Energia

Cemig está interessada em comprar a Celpa, diz Lobão

Destino de distribuidora de energia do Pará está nas mãos de credores

Na semana passada, a Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou parcialmente o plano de transição da Celpa, o qual a Equatorial considerava uma condicionante para assumir a companhia paraense.

(com agência Reuters)