Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EPE: consumo residencial cresceu 4,6% em 2011

Por Equipe AE

São Paulo (AE) – A Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada hoje pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), aponta crescimento de 4,6% no consumo de energia pelas residências brasileiras, o que demandou 112 mil GWh no ano.

No entanto, a EPE avalia que o crescimento foi freado pelo baixo resultado do segundo trimestre, e, em parte, pelo quarto trimestre. Além da conjuntura econômica, influiu sobre o consumo de energia nas residências no segundo trimestre (2,8%) a base bem elevada de 2010, quando o crescimento na classe em decorrência de condições climáticas foi à 8%.

Sobre o resultado do quarto trimestre (3,7%), pesou o baixo desempenho de dezembro. Embora tenha havido o afrouxamento das medidas econômicas já no fim do terceiro trimestre, e o consumidor tenha recuperado parcialmente a confiança na situação econômica, sua resposta à medida de estímulo ao consumo (redução de IPI para eletrodomésticos da linha branca) anunciada no fim do ano não foi imediata.

Para a EPE, o consumidor preferiu privilegiar o pagamento de dívidas e encerrar o ano menos endividado. Uma primavera mais fresca também contribuiu para o baixo consumo de energia no período, particularmente em dezembro.