Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Entrada de dólares do dia 3 foi a maior do ano

Por Da Redação 8 fev 2012, 12h34

Por Eduardo Cucolo

Brasília – O Banco Central (BC) registrou na última sexta-feira, dia 3, a maior entrada de dólares do ano no Brasil. Somente na área financeira, que inclui recursos para Bolsa e dólares de captações no exterior, foi registrada entrada líquida de US$ 3,072 bilhões.

Descontada a saída de US$ 330 milhões em operações comerciais, o saldo cambial ficou positivo em US$ 2,742 bilhões no dia em que o BC anunciou a primeira intervenção no câmbio desde setembro de 2011.

Com isso, nos três primeiros dias de fevereiro, a entrada de dólares (US$ 3,794 bilhões) já representa mais da metade do verificado em janeiro (US$ 7,283 bilhões), mês que já apresentou o maior fluxo em quatro meses.

Os números de janeiro e fevereiro mostram também uma mudança no segmento financeiro, que registrava saída líquida desde agosto do ano passado.

Janeiro

Quando se observa os resultados brutos, os números de janeiro mostram queda na entrada de capital de 16% no financeiro em relação a dezembro, para US$ 34,1 bilhões. A saída de capital, no entanto, caiu 38%, para R$ 27,2 bilhões, o que explica o saldo expressivo no mês passado.

Na área comercial, houve recuou na entrada de recursos de exportação, que ficou em US$ 19,3 bilhões, no menor nível desde abril do ano passado, ante US$ 20,6 bilhões em dezembro. A queda se deu a despeito do aumento nas operações de crédito. Adiantamentos sobre Contratos de Câmbio (ACC) e Pagamentos Antecipados (PA) passaram de US$ 6,8 bilhões em dezembro para US$ 8,3 bilhões em janeiro.

Já as importações ficaram praticamente no mesmo patamar de dezembro, US$ 18,9 bilhões.

Continua após a publicidade
Publicidade