Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Entra em vigor lei que permite venda de alimentos vencidos na Grécia

Os produtos com data de vencimento composta por dia e mês poderão ser vendidos até uma semana depois do prazo

Por Da Redação 3 set 2013, 15h51

Entrou em vigor na segunda-feira uma lei que autoriza a venda de produtos com a data de validade expirada por lojas e supermercados da Grécia. A nova lei permite que os estabelecimentos comercializem produtos cuja data de “consumo preferencial” já tenha passado, desde que em prateleiras separadas e com preço reduzido.

Os alimentos que têm data de vencimento com dia e mês poderão ser vendidos até uma semana depois do prazo; os indicados por mês e ano, até um mês depois, e os marcados por ano, até três meses depois.

Leia também:

Merkel diz que a Grécia jamais deveria ter entrado na zona do euro

Ministro diz que Grécia pode precisar de mais 10 bilhões de euros

Alemanha diz que ajuda de 11 bi de euros para Grécia é realista

A oposição criticou duramente o governo do conservador Antonis Samaras por aprovar a medida, acusando-o de querer dividir os consumidores entre ricos e pobres.

Continua após a publicidade

O secretário-geral de Consumo do Ministério de Desenvolvimento, Yorgos Steryiu, rebateu a acusação ao dizer que a lei foi “mal interpretada” pela imprensa e disse que não se usará a data de validade, mas “a data de venda ao público”.

Várias associações de consumidores também se queixaram e a Organização Grega de Segurança Alimentícia tachou de insuficiente a nova lei, questionando que há muitas “zonas cinzentas” em que os empresários poderiam oferecer no mercado produtos alimentícios em condições duvidosas.

Uma fonte da Alfa-Beta, uma das principais redes de supermercados da Grécia, explicou que, até onde a empresa sabia, só se tinha falado em pôr à venda produtos com “data de consumo preferencial” expirada, opção que a empresa optou em não fazer para manter sua política de qualidade.

No ano passado, o Parlamento Europeu aprovou uma resolução convocando as empresas a melhorar o envase e definir de forma diferente a validade de seus produtos para evitar o desperdício de comida.

A Grécia está no sexto ano consecutivo de recessão, crise que nenhum país desenvolvido tinha vivido desde a Segunda Guerra Mundial.

De acordo com um estudo do Instituto do Trabalho, ligado aos sindicatos, em 2014 os gregos terão perdido a metade do poder aquisitivo que tinham nos anos anteriores à crise.

(Com EFE)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês