Clique e assine a partir de 9,90/mês

Encomendas de bens duráveis sobem 4% nos EUA em julho

Automóveis e aeronaves tiveram alta de 11,5% nas encomendas no mês

Por Da Redação - 24 ago 2011, 10h05

Embora o Departamento do Comércio ajuste os números a fatores sazonais, as encomendas de bens duráveis são voláteis e os economistas avaliam os dados com cuidado

As encomendas de bens manufaturados duráveis subiram 4% em julho em relação a junho, para 201,45 bilhões de dólares, informou o Departamento do Comércio dos Estados Unidos. No entanto, as encomendas de bens de capital não relacionadas à defesa e excluindo aeronaves, número que os economistas usam como indicador de investimento das empresas em novos equipamentos, caíram 1,5% em julho.

A forte alta nas encomendas durante julho segue-se a uma queda de 1,3% em junho e um aumento de 2% em maio.

Embora o Departamento do Comércio ajuste os números a fatores sazonais, as encomendas de bens duráveis são voláteis e os economistas avaliam os dados com cuidado.

Continua após a publicidade

O relatório mostrou que as encomendas de automóveis e aeronaves comerciais saltaram em julho. A alta de 11,5% nas encomendas de automóveis foi a maior em oito anos e meio. As encomendas de aeronaves comerciais saltaram 43,4% em julho em relação a junho. O setor automotivo recupera-se do segundo trimestre, quando a cadeia produtiva foi prejudicada pelo terremoto e tsunami no Japão.

Excluindo as encomendas em defesa, as encomendas saltaram 4,8% no mês passado, a maior alta desde setembro, após queda de 0,9% em junho. Entretanto, as novas encomendas por bens de capital de defesa cederam 7,8% em julho, após retração de 3,3% em junho.

O relatório mostrou que os embarques da indústria avançaram 2,5% em julho. As encomendas não preenchidas, sinal de demanda futura, subiram 0,7%. Os estoques aumentaram 0,8% em julho.

(Com Agência Estado)

Publicidade