Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Encomendas à indústria alemã sobem com força em outubro

BERLIM (Reuters) – As encomendas à indústria da Alemanha tiveram em outubro a maior alta desde março de 2010, mais que o dobro da previsão mais otimista, devido a uma forte demanda estrangeira por bens de capital, de acordo com dados do Ministério da Economia.

As encomendas subiram 5,2 por cento com ajustes sazonais, impulsionadas por um aumento de 8,9 por cento nas encomendas vindas da zona do euro. Economistas ouvidos pela Reuters previam alta de apenas 0,8 por cento.

Os dados de setembro foram revisados para queda de 4,6 por cento.

“A indústria está aparentemente em um estado melhor do que se pensava. Mas esse não é o começo de uma melhora. Os indicadores de confiança estão muito negativos para isso”, disse Ralph Solveen, economista do Commerzbank.

Muitos economistas dizem que a Alemanha está à beira da recessão por causa da crise de dívida da zona do euro, que deprime a confiança e começa a afetar a economia real.

Berlim cortou quase pela metade, para 1 por cento, a projeção para o crescimento em 2012, e espera que a demanda doméstica resistente possa dar apoio à economia.

Dados recentes deram um cenário misto para a Alemanha. Segundo o índice de atividade para novembro, o setor manufatureiro do país teve a maior retração desde meados de 2009.

No terceiro trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) alemão acelerou o crescimento para 0,5 por cento, com o consumo privado crescendo no maior ritmo em mais de um ano.

(Reportagem de Alexandra Hudson)